Home » » RELATO DE MARIDO CORNO: MINHA ESPOSA DEU PARA OUTRO NO CHURRASCO

RELATO DE MARIDO CORNO: MINHA ESPOSA DEU PARA OUTRO NO CHURRASCO

Sou casado há um ano com uma linda moreninha, cabelos longos, falsa magra, coxas gostosas, bumbum lisinho e redondinho, 20 aninhos, com cara de 17. Realmente ela é muito gostosa, por isso que apressei logo o casamento, rsrss. Fui seu primeiro homen e com o tempo passamos a fazer mil coisas na hora do sexo. Nas mais diversas fantasias brincava com ela de que tinha dois homens pra ela ou mesmo que ela estava sozinha com outro. Ela sempre relutava, eu mostrava o sexlog e muito mais, foi assim que com o tempo passou a aceitar e até a gostar mesmo das brincadeiras. Depois de um tempo era ela que nas preliminares já começava a falar. Muitas vezes dizia que tava doidinha pra dar para um amigo da faculdade, mas sempre ficava no momento da transa, depois quando tocava no assunto ela repudiava a ideia. Na verdade nem eu queria, eu gostava apenas da fantasia na cama e as vezes de exibir ela com roupinhas.
Um dia fomos convidados para o aniversário de nosso amigo Guilherme. Seria no sítio, poucos convidados, muita bebida, churrasco, piscina, boa música. Resolvemos ir, afinal tava precisando sair um pouco da cidade.
A festa era bacana, logo sentamos em uma mesa junto com a Patricia e o Marcoss, comemos, bebemos, demos uma volta pelos arredores do sítio. Voltamos dançamos um pouco. Em seguida sentei com Marcos e elas foram ao banheiro. quando voltavam foram abordadas por dois rapazes e ao nosso sinal dançaram algumas músicas com eles. Patricia é uma linda loira.
Depois bebemos mais alguma coisa e fomos com elas pra piscina. Minha gata, Juliana, estava com um biquini preto bem comportado, enquanto a Patricia estava de fio dental, com a bundinha toda exposta. Vi que seu namorado ficou secando a minha esposa, enquanto eu olhava o bumbum gostoso da dele. As duas já estavam bem animadinhas com a bebida. Dei umas encoxadinhas de leve na Patricia que apenas sorria, mas percebi que a Juliana viu e não gostou nada.
Logo o Marcos resolveu ir embora ao perceber que os caras queriam dar encoxadas na sua namorada. Chamei a Ju pra irmos mas ela disse que queria ficar mais um pouco, afinal era muito cedo ainda. Tomamos mais umas e fomos dançar e claro trocava de par. Percebi que um cara queria dançar com ela toda hora. O tesão subiu. Depois de um tempo fui ao banheiro e quando volto o cara coloca um funk, como eu não gosto sai da pista. Vi uma cena que jamais imaginei: minha esposinha bem animadinha, dançando funk de biquini. Dava ciume, mas tambem dava tesão e um cara, depois descobri que se chamava Ricardo, não saia de perto dela. Hora na frente hora atras e sempre com um copo enchendo minha esposinha. De repente quando vejo ele já esta por tras dela com as mãos na cintura, puxando a bundinha dela pro seu pau. Resolvi ir busca-la, mas ela tava gostando da brincadeira e acabei dançando um pouco com ela daquele jeito eu na sua frente e ele por tras, depois ele falou alguma coisa em seu ouvido, ela riu, e invertemos as posições.
Mais uma vez preciso ir ao banheiro, e quando retornei minha esposa e este amigo não estavam mais lá, então sai para fumar um cigarro, pois achava que ela tb tinha ido no banheiro, então fui para dar uma volta no sitio onde tinha uma outra casa que ficava atras de umas arvores, por curiosidade fui ali dar uma olhadinha, e foi quando eu percebi uma janela entreaberta com um casal dando uns amassos e como já estava escurecendo eu resolvi dar uma espiadinha, e foi quando pra minha surpresa vi que era a minha esposinha com o Ricardo... na hora me deu uma mistura de ciúmes e tesão e adrenalina e como eu estava em um local que não poderia ser visto e alto da bebida e com muito tesão então deixei rolar. Ele tinha encostado ela numa parede, em um local um pouco escuro, mas não muito. Tascava beijo nela de todo jeito, mordia sua orelha, chupava seu pescoço, deixava ela louca enquanto isso suas mãos deslizava naquele corpinho. E ela tava correspondendo. Lembrava das nossas fantasias, eu tava com ciumes, mas com muito tesão, acho que pelo alcool. Acredito que ela tambem estava se entregando porque tava alegre de bebida. Mas eu ainda acreditava que ia ficar nos amassos e beijos e que ela ia acabar com a alegria daquele macho.
Acabei tirando meu pau pra fora e comecei a tocar uma. De repente ele puxou seu peitinho pra fora e começou a chupar enquanto que com a outra mão massageava sua xaninha, nessa hora percebi que ela tava entregue de vez, já gemia como se estivesse gozando. Ela tirou o pau dele pra fora e ficou punhetando. Uma cena linda: minha esposa apenas de biquini punhetando outro macho, bem ali na minha frente.Foi quando eu vi que ele colocou ela no sofá de quatro e tirou seu bikini e ela estava bem facinha e ficou toda arrebitada para ele, então ele ficou passando o pau na bucetinha dela e depois foi enfiando devagarinho e ela se rebolando toda, ela gemia baixinho e se contorcia de tesão e o amigo metendo gostoso sem parar , ate que ele gozou , bem rapidinho, acho que pela a adrenalina, e ela creio que nem gozou... então ela rapidamente ja foi colocando o bikini e ele tb guardou o pau e foi para cozinha meio pegar uma breja e eu fui lá para a piscina tb disfarçar um pouco e tb baixar a adrenalina...  
Em poucos minutos ela chegou e me ofereceu uma bebida e reclamando das mulheres que demoram uma eterninadade no banheiro e por isso demorou... Passou um tempinho e ela pediu pra irmos embora. No caminho apenas disse que me amava... ambos em silecio , porem ambos com a cabeça a mil ... chegando em casa beijei ela gostoso e foi levando ela para cama, ela estava bem facinha, então deitei ela na cama e fui lamber sua xoxota, que esta bem ensopada e com aquele cheiro de esperma, o bikini dela tb estava bem ensopado, lambi bastante aquele xoxota recem comida por outro e depois meti gosto, foi otimo ver a xoxota da minha esposa mais larguinha...  


 
Support : Copyright © 2015. diariodeuna esposaobediente - All Rights Reserved