Home » » COMO FOI BOM VER MINHA ESPOSA FUDENDO COM OUTRO

COMO FOI BOM VER MINHA ESPOSA FUDENDO COM OUTRO

Olá pessoal
Eu sempre fui meio tarado por sexo, sou daqueles caras que acorda pensando em sexo e dorme pensando em sexo. sempre gostei de ler anúncios e contos onde maridos liberais ofereciam e tinham tesão em ver suas esposas fodendo com outros.
Deixa eu antes dizer como ela é, tem 38 anos, corpo violão, bonita de rosto, tipo mulherão.
Quando lia sobre maridos liberais que amanvam ver suas esposas fodendo, achava um absurdo, não aceitava de maneira alguma ser corno, mas confesso que ficava de pau duro de tesão em querer foder essas esposas desses maridos liberais, mas era como cabeça de bacalhau, e me perguntava - onde vou encontrar esses maridos e essas esposas?
Foi de tanto ler os contos em revistas, que meu conceito sobre isso foi mudando e tomando uma forma que jamais até então aceitava....pronto! eu não aceitava, mas o tesão em imaginar minha esposa sendo tocada e por fim penetrada por outro tomava conta de mim.
Aquela idéia bagunçava minha cabeça. Ao mesmo tempo que achava aquilo impossível de aceitar, ao mesmo tempo me enchia de tesão, e que tesão, eu gozava muito me masturbando imaginando minha esposa de quatro levando uma vara que não fosse a minha.... que tesão meus amigos!!!
O tempo passou e eu em toda oportunidade comentava isso com ela, e ela nunca aceitou tal aberração, mas eu não desistia. Assistíamos filmes pornô e quando aparecia um cara fodendo, logo imaginava ela no lugar da estrela do filme, automaticamente comentava que queria ver ela naquela situação, igualzinho no filme, ela sempre calada, mas quando tocava na buceta dela, aquilo parecia que ia transbordar de tão molhada que ela ficava, com certeza ela fantasiava o mesmo, apenas não assumia que também queria.
O continuou passando e eu com minha fantasia, e ela sabendo o que eu fantasiava e sempre na dela, sempre recusando e tal...mas olhem só como as coisas acontecem..
Minha esposa começou a fazer faculdade fora da cidade e pegava ônibus 3 vezes por semana. Na faculdade como era de se esperar fez novas amizades, novos professores, novas cabeças, ou seja, era tudo novo prá ela e, com as mudanças vieram novas idéias. Lá ela conheceu um cara casado super brincalhão e esse tinha um amigo que trabalhava com ele, por fim acabaram se conhecendo e esse quando podia estava juntos em festas e bares.
No meio do ano resolveram fazer uma festa com o pessoal da faculdade e claro, esse amigo que não era da faculdade foi convidado, era um cara simples, tinha até um pouco cara de nerd, rss, mas era gente boa.
Com o decorrer do tempo percebi que minha esposa falava muito desse amigo, que era legal, que isso e aquilo, mas nunca vi nela algum interesse por ele. Bom a festa rolava, eram poucas pessoas, no total acho que eram apenas 12 pessoas, entre homens e mulheres.
No final todos já muito alegres e como de costume a cerveja acabou e sempre tem aqueles que saem fazendo vaquinha e querem ir buscar mais. nesse momento alguns saíram para comprar cerveja, outros foram andar e tomar um ar prá bebedeira sair, outros foram embora, eu fui dar um cochilo no carro, pois o local da festa era uma chácara alugada e tinha muito espaço para caminhadas, muitas arvores e mato.
Ficaram no coberto onde tinha a churrasqueira minha esposa e esse amigo, mas confesso que nem me toquei, nem me veio em mente na hora minha antiga fantasia
de ver ela fodendo com outro, eu estava mesmo era baqueado e queria descansar.
Já era final de tarde e o sol já estava se escondendo por de trás das árvores. já começava a escurecer quando acordei por um estímulo qualquer e lembrei dos dois na churrasqueira. Foi quando sai do carro e caminhei até onde eles tinham ficado. Acho que o instinto de tesão incorporou em mim e algo me dizia para chegar devagar sem ser visto, e fui caminhando devagar por trás das árvores até chegar no local onde eles estavam. Meus amigo, que cena mais gostosa que eu presenciei...
Minha esposa de quatro num sofá e o cara em pé atrás dela fodendo a bucetinha dela bem devagar, ele fazia movimentos lentos e vai e vem, e ela de cabeça baixa sentia o pau dele entrando e saindo e não dava um pio sequer....
Na hora pensei muitas coisas, mas o que imperava ali era o tesão que eu sentia em ver aquela cena, minha esposa que nunca sequer gostava de falar sobre isso, ali de quatro dando a bucetinha para outro cara.
Meu pau ficou duro no mesmo momento e juro amigos, gozei 3 vezes em menos de 10 minutos, foi o tempo que ficaram ali, depois de fode-la de quatro, ela saiu e sentou no colo dele enquanto ele apertava os peitos dela.
Confesso que nunca tinha sentido tesão tão grande na minha vida. É muito tesão ver e ficar imaginando que a bucetinha da sua esposinha está sendo fodida por outro cacete, entrando e saindo, que delicia meus amigos. Aos casados que estão lendo esse conto agora, posso lhe garantir que vocês não vão se arrepender em liberar suas esposas para serem fodidas por outros.
Assim que escutamos, tanto eu como eles, vozes, pois o pessoal que tinha saído, estavam voltando, rapidamente eles se vestiram e eu sai de onde estava sem que me vissem e tudo ficou como nada tivesse acontecido.
Apenas quando a festa terminou e já em casa, na hora que já estávamos na cama, comentei que tinha visto tudo, ela se assustou quando falei, mas acalmei ela com um beijo gostoso e já excitado pelas cenas que vi, pedi que ela me contasse tudo e tudo que sentiu quando me traia, o tesão foi louco demais, tanto eu como ela ficamos super excitados e transamos muito naquela noite, pois eu metia na bucetinha dela e perguntava assim - amor, eu tô comendo a bucetinha que estava levando rola? me diz o que você sentia quando ele enfiava o pau nela, me fala.. etc
Se algum casado tem as mesmas fantasias que eu e quiserem comentar, fiquem a vontade.
beck.gilmour@gmail.com
 
Support : Copyright © 2015. diariodeuna esposaobediente - All Rights Reserved