Home » » CONTO EROTICO : ADORO EXIBIR MINHA ESPOSA ...

CONTO EROTICO : ADORO EXIBIR MINHA ESPOSA ...

olá eu de novo, eu sou exibicionista nato gosto de transar em locais públicos emfim gosto que me vejam e gosto de mostrar minha noiva.
há uns dias atrás estávamos em um dos apartamentos que o pai da minha noiva tem vazio, no qual era nosso refúgio, estávamos namorando como no normal eu masturbando ela devargazinho e ela me masturbando assim como ela gosta ficamos o dia inteiro assim até que eu comecei a falar um monte besteiras no ouvido dela um monte de fetiches e falei que queria mostrar ela para os outros, ela não entendeu no inicio então expliquei que gostava de ver a cara dos camaradas quando eles viam minha mulher nua, expliquei, só que durante o dia inteiro rolava alguns intervalos pra fuma um baseado ir ao banheiro, o dia inteiro e ninguém gozou até que comecei falar mais que eu gostava quando ela saía sem calcinha e ela falando que tbm gostava aí no auge da conversa ela falou com aquela voz de louca de tesão:
- então vamus começar, abre a cortina ali.
fui correndo abrir a cortina, a essa altura já não nos masturbavamos ela mesmo já estava se masturbando foi quando eu vi um homem na janela no prédio da frente só que ele não nos conseguia ver que nossa luz estava apagada quando fui na cozinha beber uma água vi um anúncio de pizza colado na geladeira e tive aquela idéia genial de um exibicionista vou pedir uma pizza, e pedi, o cara da pizzaria falou que ia demorar uns 40 min pensei num posso deixar ela gozar neste meio tempo, quando fui passando para o quarto vi um menino na janela do prédio a frente cheguei no quarto ela estava fumando um cigarro então comecei a passar a mão no corpo dela a bucetinha ainda toda molhadinha e falei:
- amor pega uma toalha e finge que saiu do banho e pendura lá na varanda na mesma hora ela levantou pegou a toalha enrolou mais ou menos e foi e eu atrás quando ela viu o garoto ela tentou voltar eu falei:
- não finge que num viu ninguém vai lá tira a toalha termina de enxugar o corpo e entra.
e lá foi ela saiu de toalha eu fiquei assistindo a cara que o moleque ia fazer, minha mulher é baixinha mais com um corpinho divino bundinha pequena mais muito bem desenhada, com uns peitinhos grandinhos com um bicão lindos e a bucetinha toda rasapadinha igual de menininha com eu peço, quando ela saiu fingindo não ver o garoto meu pau já tava igual uma pedra o garoto ja fixou o olhar quando viu ela te toalha, detalhe já era umas 23 hr, o garoto estava uns dois andares acima então ele tinha uma visão previlegiada da nossa varanda quando ela tirou a toalha o moleque ficou doido não acreditando no que estava vendo eu já quase gozando fazendo um carinho no meu pau bem devagar pra não gozar, ela fingiu que deu mais uma enxugada no corpo pendurou a toalha na grade e entrou e ficamos alguns segundos olhando a cara do garoto que não acreditava o que tinha visto e voltamos para o quarto ela no auge do tesão me confessou que tinha gostado e masturbando ela e ela me masturbando quando o interfone tocou ela falou atende lá fui correndo atender e era a pizza então voltei para o quarto e ela perguntou:
- quem era? eu respondi:
- a pizza. ela retrucou
-era engano. eu falei
- não! ela perguntou
- vc pediu pizza.
- pedi to com fome. respondi
e continuei a chupar a buceta dela a massagiar quando a campanhia tocou eu falei:
- atende lá só de toalha e deixa a toalha cair fingindo que foi sem querer. ela retrucou
- e se ele tentar me agarrar.
- se vc quiser dar pra ele tudo bem agora se não quiser me grita que eu apareço e mando ele ir embora.
ela pensou levantou quieta foi lá fora peladinha pegou a toalha, o moleuqe já não estava mais devia tar batendo uma punheta pra minha mulher, e foi pra porta com a toalha enrolada de qualquer jeito, abriu a porta e eu fiquei escondido no cantinho da parede o entregador tava conentrado demais pra me reparar ali então o cara ficou com uma cara de taradão na hora que ele viu minha mulher, então ele esticou a pizza pra ela quando ela extendeu o braço pra pegar a pizza a toalha caiu ela pegou a pizza e o entregador demorou alguns segundos olhando minha mulher nuazinha em pouco pelo rs, abaixou e pegou a toalha num gesto de cavalheirismoe a devolveu na hora que ele foi devolver ele encostou no peito da minha mulher deu uma pegada e ficou acariciando alguns segundos até minha mulher segurar a toalha e agradecer, então ela me vira de costas segurando a toalha só na frente abaixa e põe a pizza no chão sem dobrar o joelho imagina a visão que ele teve, então ela pegou o dinheiro em cima da mesa arrumou a toalha meio que de lado pra porta deixando ele ver mais uma bela parte daquele corpinho sem vergonha pagou e agradeceu.
- muito obrigado.
- que isso senhorita sou eu quem tenho que agradecer ser recebido assim vale mais que qualquer gorjeta. saiu com um sorrisinho de canto de boca.
ela fechou a porta e veio doida de tesão pra cima de mim, eu já estava perto da porta da varanda puxei ela pra fora encostei ela na grade de costas pra mim dei uma pincelada, e ela falando baixinho.
- vai amor me come logo ja num to aguentando mais.
na hora que eu olhei pra janela onde estava o menino vi ele na gretinha da cortina aí fiquei doido e empurrei com força bombando forte ela gemendo baixinho não durou muito que já estávamos nos excitando o dia inteiro então ela gozou quase caindo de prazer eu gozei logo em seguida e caímos juntos no chão ficamos um pouco abraçados no chão um pouqinho e eu vi na hora que o menino da janela parecia que tbm gozava fez uma carinha de prazer e saiu da janela, depois disso tudo deu fome então fomos comer a pizza, na hora que comíamos minha noiva ficou muito quieta então perguntei.
- que foi amor, o que vc ta pensando?
- vc é doido amor e se o entregador me agarrasse e tentasse me comer? perguntou ela
- ué se eu visse que vc estava sentindo prazer eu ia deixar e ficar aqui batendo uma punheta vendo minha mulher dando pra um estranho. respondi
- se bem que ele era gatinho acho que se ele tentasse eu deixaria, na hora que le pegou no meu peito eu senti muito tesão.
então terminamos de comer apizza rindo e eu tendo a certeza que ela gostou e que vamos repetir isso. muito obrigado por terem paciência pra lerem meu conto.
 
Support : Copyright © 2015. diariodeuna esposaobediente - All Rights Reserved