Home » » Até ao limite... (Capítulo II)

Até ao limite... (Capítulo II)


...

Pedi que me amasses nessa noite que apenas a nós pertencera.
O calor dos nossos corpos em total delírio aquecia o ambiente que testemunhava tamanha sedução!
Era de facto uma loucura estar contigo... ter-te ali, poder provar-te cada poro, cada pedaço da tua carne, cada centímetro do teu sexo molhado!
Confesso que poder acariciar-te e apalpar-te freneticamente deixava-me completamente louca!
Estava desejosa de ser penetrada, no entanto estava também disposta a fazer-te sofrer!
Completamente entregue aos teus caprichos, deixei que me apalpasses as mamas enquanto as tuas mãos desciam sobre mim, em direcção ao meu sexo completamente ensopado, tal era o meu descontrolo...
Esperava ansiosamente pelo teu sexo dentro de mim.
" Hummmmmmm, como ele é grosso! " - pensei...
Estava louca para o sentir, para o esfregar no meu rabo, para o roçar na minha "menina" quente e deslizante... para fazê-lo meu, dentro de mim, bem no fundo de mim!
Já completamente descontrolada, explorei-te sem medo, todos os recantos do teu corpo... e tanto que te lambi...
Já o "esfraganço" tinha passado todos os limites, quando subitamente me preparei para te receber.
Pus-me de gatas na cama e perdida de desejo, pedi que me preenchesses...
Como adorei receber-te dentro de mim, o diâmetro do teu dildo não deixava em redor nenhum espacinho livre...
Senti-te sedento de uma mulher...
Olhei-te louco de tesão, em completo delírio por entre gemidos e gritos mistos de dor e prazer.
A mistura de líquidos fazia com que escorregasses sobre mim com uma facilidade incrível... sentia-te tão excitado!
Continuamos assim mais algum tempo, por entre devaneios, desejos e fantasias que queríamos realizar...
Que esforço tremendo para conter os nossos orgasmos, até porque ambos desejávamos gozar aquela situação por mais tempo...
Passados uns 20 minutos, recebi com uma expressão de prazer o teu líquido dentro de mim.
Vi-te louco...
Ouvi-te gritar...
Deixei-me soltar num orgasmo único, intenso, mútuo...
E por fim ali fiquei exposta com o meu sexo latejante, aberto e com o teu leite a escorrer...
 
Support : Copyright © 2015. diariodeuna esposaobediente - All Rights Reserved